Tenho lido alguns artigos relacionados à educação em tempos de pandemia. Confesso que estou bastante preocupado com a situação de alunos e professores Brasil afora. 80% dos docentes encontram dificuldades para ministrar aulas online. Além disso, metade deles nunca havia sido capacitado para ministrar suas aulas de forma online a estudantes por plataformas digitais.

É óbvio que, sem uma capacitação tecnológica apropriada, os professores, por mais esforçados que sejam, não conseguirão dar suas aulas online da maneira adequada. E a minha preocupação é acompanhada por nossa equipe no Grupo Eniac. Destaco, aqui, o pró-reitor Mauro Claro e o diretor associado Caio Fernando de Oliveira, que contribuíram para a implantação de uma plataforma que busca reduzir tal prejuízo acadêmico.

Nós demos início ao programa “Universidade Aberta Eniac” para capacitar professores e, também, para abrir disciplinas a estudantes de outras instituições, públicas e privadas de menor porte – sem cobrar um centavo sequer por isso.

Sobre a orientação aos docentes, vou usar algumas palavras do professor Mauro. De forma muita assertiva, ele disse que nós sempre tivemos o DNA de formação de docentes, com a vasta utilização da tecnologia em todo esse processo.

Por isso, assim que a quarentena foi decretada no Estado de São Paulo, saímos na frente. Em poucas horas, migramos, com muita eficiência, todas as aulas presenciais para o online. Como bem destacou o professor Caio, desde março estamos transmitindo aulas remotas ao vivo sincronizadas e seguimos o calendário acadêmico protocolado no início do ano – algo que nem todas as instituições de ensino ainda conseguiram fazer de forma plena. Muitas, inclusive, anteciparam férias por não se adequarem ao “novo normal” imposto pelo coronavírus.

No nosso caso, não houve necessidade de alterar datas de atividades e provas. Isso porque nossos professores estavam preparados para a mudança, graças à nossa cultura de inovação e, claro, à excelente didática e o amor pelo ofício de ensinar deles.

Resolvemos, então, passar a expertise a outros professores por meio de nossas plataformas digitais. Para nós é importante estar ao lado dos profissionais que querem realizar algo, de mestres que querem fazer o melhor. Nosso sistema aberto (Eniac Open) vai capacitar, gratuitamente, esses professores a utilizarem da melhor forma as ferramentas tecnológicas para suas aulas, independentemente de qual instituição irá ministrar essas aulas.

Já em relação aos alunos de outras universidades, aquelas menores ou as grandes públicas, disponibilizamos – também gratuitamente – mais de 900 disciplinas do Ensino Superior, nas áreas de gestão, tecnologia, engenharia, saúde e educação, além de 60 cursos organizados.

Queremos receber esses estudantes nas aulas online que já transmitimos aos nossos alunos. Desta forma, essas pessoas poderão cumprir o conteúdo acadêmico sem prejuízo e, quando as aulas presenciais retornarem em suas faculdades de origem, elas terão a possibilidade de eliminar aquela disciplina. Inclusive, receberão um certificado de participação do Eniac. E para ter acesso ao nosso conteúdo, o estudante não necessita pedir autorização da instituição à qual está matriculado.

Após assistir às nossas aulas gratuitamente por dois meses, junho e julho, o aluno poderá, se quiser, se matricular no Eniac com desconto na mensalidade. Basta usar o resultado do último Enem para receber uma bolsa de acordo com a tabela do exame.

Além disso, as universidades públicas também podem solicitar um convênio com nossa instituição. O acordo permite a utilização gratuita da plataforma, durante dois meses, para a transmissão de aulas aos alunos das redes estadual ou federal de Ensino Superior.

Como referência tecnológica e educacional no país, colocamos todo o nosso conhecimento e estrutura à disposição daqueles que não conseguem ensinar ou aprender em meio a uma das piores crises sanitárias da história.

O Brasil não pode parar. E o Eniac quer ajudar de todas as formas que estiverem ao nosso alcance.

Renato Silva

Por: Renato Silva

Publicado em: 4 de junho de 2020

Categorias: Unknown.