Nós vivemos em um país com milhões de desempregados. Além disso, 60% dos trabalhadores brasileiros receberam menos do que um salário mínimo em 2018, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnadc). Com a pandemia do novo coronavírus e a retração da economia, os números ficam ainda mais assustadores.

E é justamente em momentos complicados como esse que nós devemos agir. Como professor e mantenedor do Grupo Eniac, já liderei várias ações educacionais e sociais em prol da população, especialmente, a de Guarulhos.

Mas sei que é preciso e possível fazer mais! Situações de dificuldades extremas exigem atitudes mais enérgicas. Eu não consigo simplesmente ficar de braços cruzados diante de uma das piores crises sanitárias da história. E, pensando em como o Eniac poderia colaborar mais para amenizar os efeitos negativos da pandemia, lembrei-me de um antigo sonho e cheguei à conclusão de que agora é a hora de realizá-lo.

Ruy Guérios: “Há muitos jovens com potencial para brilhar no mercado de trabalho. Só falta a oportunidade”​ (Foto: Paulo Manso/Lupacom)

O meu plano é disseminar conhecimento e capacitação a pessoas de baixa renda comprovada, por meio de uma certificação em programação, voltada à prática, com a qualidade do sistema Eniac de ensino. Os alunos deste curso não pagariam nada até conseguirem um emprego na área.

Sei que há muitos jovens espalhados por Guarulhos – e por cidades vizinhas – com um potencial enorme para brilhar no mercado de trabalho. Eles só precisam de uma oportunidade de aprendizagem e aprimoramento que, por falta de condições financeiras, não aparece.

Mas como já dizia o saudoso Raul Seixas (1945-1989) na música Prelúdio, “Sonho que se sonha só é só um sonho que sonha só. Mas sonho que se sonha junto é realidade”. E, para conseguir colocar a minha ideia em prática, preciso da colaboração dos meus ex-alunos.

Um grupo destes alunos formados pelo Eniac, que tem muito êxito na sua vida profissional, teria a função de gravar e ministrar as aulas e, principalmente, transmitir o conhecimento adquirido na nossa instituição e na sua prática – adquirida na carreira de programador no mercado de trabalho.

Já outro grupo de ex-alunos, que hoje são empresários e donos de empresas, seriam encarregados de contratar os formandos e formados desta turma. Muitos ex-alunos se tornaram amigos. Têm sucesso profissional e denotam a vontade de devolver à sociedade parte do que conquistaram.

Desta forma, pretendemos constituir mais uma rede do bem. Com o objetivo de realizar um grande projeto de inclusão social por meio da educação. Assim, ajudaremos as pessoas que não têm condições de pagar um curso de Ensino Superior. E, também, vamos colaborar para suprir a demanda do mercado de trabalho, formando profissionais capacitados pela nossa instituição e pelos parceiros alunos formados e empresas parceiras, referência em tecnologia e inovação em todo o Brasil.

Você é aluno formado pelo Eniac em programação? Topa fazer parte

Renato Silva

Por: Renato Silva

Publicado em: 23 de abril de 2020

Categorias: Colégio, Educação, Faculdade, Notícias.