Iniciamos mais um ano! E este novo ciclo será marcado por muitas transformações tecnológicas em todo o mundo e, é claro, também aqui no Brasil. Uma delas é a rede móvel de quinta geração, conhecida como 5G. Segundo o ministro de Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, Marcos Pontes, o leilão para definir qual empresa irá controlar a rede no País deve ocorrer no segundo semestre deste ano, ou no máximo, em 2021.

Na prática, esta novidade fará com que o acesso à internet por smartphones, tablets e afins seja mais rápido do que atualmente. Algo altamente positivo, tendo em vista que de cada 10 brasileiros, nove usam o celular para trabalhar fora do ambiente corporativo e necessitam estar online praticamente o tempo inteiro, segundo uma pesquisa recente da Deloitte.

O levantamento também mostra que as vidas pessoal e profissional estão cada vez mais entrelaçadas por causa da tecnologia. Uma tendência que deve ser fortalecida com os avanços previstos na área. Isso porque, além da velocidade maior, a tecnologia 5G ampliará as possibilidades de funcionamento de diversos tipos de automações no dia a dia das pessoas.

Dispositivos de interação “vestíveis” funcionarão muito melhor com a quinta geração da rede móvel, facilitando ainda mais a vida das pessoas. Esses dispositivos, chamados em inglês de wearbles, são itens tecnológicos usados como acessórios ou roupas, como por exemplo, relógios inteligentes que medem até batimentos cardíacos, calças que corrigem posturas, fones bluetooth, óculos, lentes de contato e sapatos, entre outros. De acordo com a gigante Gartner, as vendas destes produtos devem aumentar em 27% neste ano.

Outra novidade que deve agitar o mercado é o celular de tela dobrável da empresa sul-coreana Samsung, que será lançado neste mês de janeiro no Brasil. No exterior, o aparelho, que é aberto igual a um livro, já é um sucesso e foram vendidas 400 mil unidades em países como a Coreia do Sul e os Estados Unidos.

Aqui no ENIAC, instituição que tem toda sua trajetória relacionada à tecnologia, nosso corpo docente já se preparou para acompanhar as inovações prometidas para 2020, além de estar pronto para outras possíveis tendências que surgirão ao longo dos próximos meses.

E é aqui que os estudantes se capacitam e saem em condições ideais para encarar um mercado de trabalho que se renova a cada instante. Recentemente instalamos a primeira planta da Indústria 4.0 do Brasil. Tudo pensando em preparar de verdade os alunos para a cada vez mais tecnológica realidade profissional.

Renato Silva

Por: Renato Silva

Publicado em: 13 de março de 2020

Categorias: Colégio, Faculdade, Notícias.