Nestes tempos rudes, exercícios oculares são importantes para a saúde como um todo!

 

Às vezes sua visão fica embaçada ou embaralhada? 

Segundo especialistas, a causa principal é a alta exposição, cada vez maior e mais frequente às telas: celulares, computadores, tablets, tv, etc…tão usadas nos últimos anos, e mais ainda recentemente.

Este problema oftálmico afeta não só adultos, ou pessoas mais velhas, como também incide em jovens e até em crianças menores de 10 (dez) anos. Atualmente, elas estão muito mais expostas, como sabemos.

Nesse momento, mais do que nunca, estamos frente à telas de todos os tipos, é necessário promover um descanso aos nossos olhos para evitar futuros problemas mais graves.

Escrevi sobre este assunto há uns 2 anos, agora, é ainda mais importante! 

Nossos globos oculares são “sustentados” por seis músculos principais. Músculos, sim, você leu certo! e, igual aos demais do nosso corpo, necessitam de exercícios, de “musculação” para se manterem aptos para desempenhar sua função. 

Os músculos oculares podem se tornar flácidos – igual um elástico laceado quando fica velho e gasto – ou tensionados, quando expostos a excessos de preocupação, nervosismo, ansiedade, enfim, estados que causam estresse.

Então, é bom saber que onde existe flacidez, existe um outro músculo tenso, como um fenômeno de compensação, princípio válido para toda nossa estrutura muscular. 

Aí é que surge a necessidade de exercícios. Então, para estes tempos rudes, para dizer o mínimo, “academia neles”, me disse um oftalmologista. São movimentos muito simples que você pode fazer em qualquer hora e que podem prevenir problemas mais sérios no futuro, já que, irremediavelmente, estamos expostos a tantas horas diante de telas. E que, ao que tudo indica, um hábito que não vai ter volta, parece irreversível, certo?

Veja aqui os benefícios dos exercícios

Um exercício básico é piscar! Sim, não ria, é isso mesmo! O tempo que ficamos olhando fixamente, olhos abertos, provoca ressecamento do globo e o movimento de abre e fecha ( melhor ainda quando de forma alternada – abre o direito e fecha o esquerdo, e depois troca, sem tensionar  o rosto) promove a lubrificação de todo globo ocular.

Em seguida, olhar, de forma bem focada, para bem longe de onde você está, procurar locais/paisagens o mais longe que seus olhos alcancem, e depois para bem perto, repetidas vezes; isso exercita o músculo que controla a adaptação visual a diferentes distâncias –  é nossa capacidade de visão tridimensional. Atualmente, estamos muito viciados a olhar só para o que está a nossa volta. E é por isso que faz tão bem quando vamos para a praia, olhar o horizonte no mar, ou para um local muito aberto, onde podemos ver montanhas, ou a linha do horizonte, ao longe. 

Outro exercício bom para distensionamento ocular é o “palming” onde você coloca as mãos espalmadas sobre os olhos, em forma de conchinhas, para não pressionar o globo ocular e mantém os dedos bem fechados para evitar entrada de qualquer luz. Manter essa posição, com os olhos bem relaxados, por 3 a 5 minutos, provoca um bem estar que você, logo em seguida, vai sentir os efeitos benéficos. É só uma questão de experimentar!

Exercitar para ter ‘visão’ é saber se prevenir

No ambiente em que muitos de nós estamos inseridos, é indispensável darmos um “descanso” para nossos preciosos olhos, responsáveis, em grande parte, pelo nosso equilíbrio vital.

Experimente fazer esses exercícios, de forma lúdica, com as crianças. Vocês vão se divertir praticando!

 

Capa: Gabriel Duarte

Por: Miriam Barcellos

Publicado em: 7 de agosto de 2020

Categorias: Colégio, EAD, Educação, Educação Infantil, Faculdade, Fundamental I, Fundamental II, Notícias.